Santa Helena: Jogos Escolares devem acontecer até final deste mês

A Fase Regional dos Jogos Escolares do Paraná (JEPs) e Jogos
Bom de Bola devem acontecer até o final deste mês. Foi o que afirmou o prefeito
Jucerlei Sotoriva. Ele destacou que dentro de no máximo três semanas, Santa
Helena deve ser sede das competições, mas tudo dependerá do fim da greve dos
professores.
Há uma expectativa muito grande de que nesta semana a greve
termine e as aulas retornem em todo o Paraná, inclusive em Santa Helena. Negociações
estão acontecendo em Curitiba entre representantes da APP-Sindicato e o Governo
do Estado, por meio da nova Secretaria de Educação do Estado, Ana Seres Trento
Comim.
Nesta manhã os educadores se reúnem novamente com a Secretária
de Educação para tentar entrar em acordo. Com as tratativas, os professores se
reunirão em assembléia nesta quarta ou no mais tardar quinta-feira, e definir o
futuro da greve no Paraná. Portanto, ao que tudo indica na próxima sexta-feira
as aulas poderão retornar.

Reposição

Para compor o novo calendário escolar, já afetado pela primeira paralisação dos professores, a secretária de Educação Ana Seres afirmou que é necessário o fim da paralisação, pois só assim é possível o cálculo de dias de aula a serem repostos, mas já é possível fazer uma previsão. Ela disse que vai ouvir os Núcleos Regionais de Educação (NREs) para estudar alternativas, entre elas utilizar a semana das férias de julho, e talvez os sábados. A declaração foi após reunião representantes da APP- Sindicato.

Deflagrada no dia 27 de abril, a greve deve durar, no mínimo, até a semana que vem, quando está agendada um segundo encontro entre grevistas e representantes do governo. Com isso, na melhor das hipóteses, esta segunda greve do ano durará três semanas, ou 15 dias úteis. Somado aos 29 dias da greve de fevereiro, a preocupação é com o calendário letivo de 2015.

Com a greve do começo do ano, o calendário já havia sido reformulado com uma semana de férias em junho e aulas até o dia 23 de dezembro, e assim manter os 200 dias/letivos determinados por lei. Com essa nova greve, fatalmente teriam que ser usados os sábados para repor as aulas. Porém, até o final do ano, serão cerca de 25 sábados úteis possíveis. Se a greve durar mais, até o calendário de reposição ficaria inviável.

(Com informações: CRN Online)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>